Caso você tenha o costume de mexer em PCs, muito provavelmente já deve ter ouvido falar da ferramenta Diskpart. Mas então, o que seria essa ferramenta? Para o que ela serve? Nesse artigo, você verá a resposta dessas perguntas e muito mais. Confira:

Veja também como atualizar o Windows 7 para o Windows 10!

O que é DiskPart?

DiskPart: o que é e para o que serve? - Foto: RW
DiskPart: o que é e para o que serve? – Foto: RW

Este utilitário de partição de disco funciona através da linha de comando e foi projetado para ser usado com todas as versões do Windows e Windows Server, exceto com SO anteriores ao Windows XP e Windows Server 2003.

Essa ferramenta permite muito mais controle do processo de gerenciamento de disco, incluindo opções para limpar e formatar unidades flash USB, bem como criar partições e atribuir letras de unidade de disco.

Ao contrário da ferramenta de gerenciamento de disco da Microsoft, o DiskPart pode ser executado sem a inicialização do Windows e oferece controle explícito sobre os volumes e partições do HD, incluindo a descoberta de partições de recuperação ocultas. Isso o torna uma ferramenta poderosa e não deve ser usada sem um certo grau de cuidado, já que qualquer formatação feita em um HD não pode ser desfeita depois de executada.

Além disso, vale lembrar que o poder do DiskPart também significa que é uma ferramenta útil para corrigir problemas como corrupção de dados em unidades flash USB e cartões SD que uma formatação simples no Windows não pode corrigir.

Como executar o DiskPart?

DiskPart: o que é e para o que serve? - Foto: MT
DiskPart: o que é e para o que serve? – Foto: MT

Primeiramente, pressione a tecla “Windows” e a tecla “R” juntas para abrir uma caixa de diálogo “Executar”. Em seguida, digite “diskpart” na caixa e clique no botão “OK”. Além disso, permita que p DiskPart faça alterações em seu dispositivo em resposta ao prompt de “Controle de Conta de Usuário”.

Quais cuidados devo ter com a ferramenta?

DiskPart: o que é e para o que serve? - Foto: FS
DiskPart: o que é e para o que serve? – Foto: FS

Antes de iniciar o processo DiskPart, você precisa saber que, ao contrário do Gerenciamento de Disco, quando uma operação perigosa (por exemplo, quando esta operação pode resultar na perda de dados) deve ser executada, ele solicitará que você determine se tem certeza de que deseja realizar esta operação, o que pode reduzir o risco de operações perigosas.

É recomendável que você use a linha de comando DiskPart com cuidado porque o utilitário DiskPart oferece suporte ao controle explícito de partições e volumes. Assim, uma vez que o comando é executado, não há como voltar atrás.

Além disso, você precisa executar o DiskPart no modo de administrador.

Como usar a ferramenta?

DiskPart: o que é e para o que serve? - Foto: BT
DiskPart: o que é e para o que serve? – Foto: BT

O fluxo geral de execução de uma operação em um determinado disco / partição / volume é o seguinte: primeiro você deve listar os objetos e, em seguida, selecionar um objeto específico para focar nele. Dessa forma, quando um objeto é focalizado, todos os comandos DiskPart que você digitar agem nesse objeto.

Assim, você pode listar os objetos disponíveis usando os comandos “list disk”, “list volume” e “list partition”. Os comandos “list disk” e “list volume” exibirão todos os discos e volumes do PC. No entanto, o comando “list partition” apenas exibe as partições no disco que foi selecionado primeiro.

Em seguida, você pode selecionar o destino usando o comando de seleção, como selecionar o número do volume (o número deve ser o número específico do volume selecionado). Portanto, quando você seleciona um objeto, o foco permanece nesse objeto até que você selecione um novo objeto diferente.  No entanto, alguns comandos podem alterar automaticamente o foco, como é o caso de quando uma nova partição é criada. Assim, o foco é automaticamente alterado para a nova partição.

Por fim, lembre-se de pressionar “Enter” após digitar cada linha de comando. 

Lista dos principais comandos do DiskPart

COMANDOFUNÇÃO
list disk/volumeobter informações resumidas sobre os discos / volumes disponíveis em seu computador
list partitionobter informações sobre cada partição disponível em um disco específico
select disk/partition/volumedefinir o foco em um disco / partição / volume específico
detail disk/partition/volumefornecer informações detalhadas sobre o disco / partição / volume selecionado atualmente
create partition primary/logical size=#crie uma nova partição primária / lógica . O # é o tamanho da partição que você deseja criar, em MB.
delete disk/partition/volumeexclua o disco / partição / volume de destino
convert basic/dynamic/mbr/gptcriar um volume de distribuição em discos especificados
converter básico / dinâmico / mbr / gptconverter um disco de dinâmico para básico / de básico para dinâmico / de GPT para MBR / de MBR para GPT
assignatribua uma letra de unidade ou ponto de montagem ao volume selecionado
cleanlimpe as informações de configuração ou todas as informações do disco
formatformate o volume ou partição.
activemarque a partição selecionada como ativa

Exemplo de uso do DiskPart

DiskPart: o que é e para o que serve? – Foto: MT

Agora, você verá um exemplo do uso da linha de comando do diskpart para criar uma partição primária de 55.000 MB 

  1. Primeiramente, abra a caixa “Executar” e digite “diskpart” nela;
  2. Em seguida, digite “list disk” e pressione “Enter” (escolha um disco disponível para criar a nova partição);
  3. Agora, digite “select disk 2” (qualquer disco de destino que tenha permissão para criar a partição) e pressione “Enter”;
  4. Em seguida, digite “create partition primary size = 55000” (o tamanho que você deseja) e pressione “Enter” ;
  5. Por fim, digite “exit” e pressione “Enter”.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!