Em sua conta no Twitter, Aaron Greenberg, diretor de marketing do Xbox, compartilhou uma matéria que diz exatamente a respeito desse assunto. A princípio, a matéria aborda vantagens e desvantagens da nova geração de consoles das concorrentes Sony e Microsoft. Embora a matéria não tenha intuito de colocar nenhum dos consoles em um tipo de “pedestal”, a matéria aponta o Xbox Series X|S a frente em custo-benefício do PS5.

Zenfone 8 terá entradas para fone de ouvido no padrão P2 3.5mm.

O artigo foi feito pelo Techradar. No título encontramos o seguinte: “O custo-benefício do PS5 não é bom em comparação com o Xbox Series X, e estou farto disso”.

Greenberg além de compartilhar a matéria ainda fez o seguinte comentário:

“Se você conseguir passar da manchete, esta história faz um bom trabalho capturando nossa abordagem única para colocar os jogadores em primeiro lugar e o custo-benefício que você obtém com o Game Pass e o ecossistema Xbox”.

Alguns pontos importantes foram citados na matéria e vamos comentar um pouco a respeito delas aqui:

Primeiramente, a matéria deixa claro que a Microsoft não se importa muito com suas vendas de consoles, dando mais atenção ao Game Pass, já que através deles os jogadores podem comprar e jogar em qual plataforma for mais conveniente para eles, seja no console, na nuvem ou PC. Enquanto que a Sony, depende inteiramente da venda de seus consoles para que possa, então, vender seus jogos – que não são nada baratos.

Como citado brevemente acima, a Sony depende da venda de jogos, o que a faz aumentar os preços sempre que possível. Enquanto que a Microsoft foca em oferecer serviços para trazer uma maior quantidade de jogos por um menos preço.

Além disso, ela ainda compara o Xbox à Netflix, dizendo que, assim como a Netflix mudou o mundo dos streaming de filmes, a Microsoft está mudando o mundo dos games.

Por fim, ela compara os preços de jogos de lançamento do Xbox e PS5, colocando o novo jogo multiplataforma da PlayStation, The Show 21, em destaque, já que o jogo está de graça na plataforma do Game Pass para o Xbox. Apesar de ser um jogo produzido pelo estúdio da PlatStation e estar de graça no console da Microsoft, se você quiser jogar The Show 21 no PS5 terá que desembolsar mais de R$ 300 para comprar o jogo.

Para concluir:

“Por melhor que seja o PS5, está realmente começando a parecer uma compra de luxo. Não posso deixar de perguntar “o que vem a seguir?” sempre que eu inicializar o PS5. Eu quero jogar novos jogos nele, e o PS Plus felizmente trouxe alguns sucessos como Control: Ultimate Edition, Oddworld: Soulstorm e Destruction All-Stars (um jogo que originalmente custava US$ 70 – R$ 350 no lançamento). Mas é a Microsoft que está constantemente me dando motivos para ativar seu console.

O Xbox Game Pass é o principal motivador de tudo isso, mas recursos como o FPS Boost também me fazem sentir que estou ganhando mais retorno. O Xbox também tem um sistema de recompensa inteligente que o incentiva a jogar e completar missões para ganhar pontos de recompensa da Microsoft. Você pode resgatá-los entrando em competições ou simplesmente obtendo crédito do Xbox. Você está essencialmente sendo pago para jogar. Até a Nintendo – uma empresa que é notoriamente rígida quando se trata de descontos e vendas – tem um sistema de recompensa para os usuários que compram jogos digitalmente, mas a Sony, pelo menos na Europa, não tem nada disso.

Do jeito que está, o PS5 realmente parece estar voltado apenas para quem paga – não para os jogadores com os quais a Sony supostamente se preocupa tanto.”

O que você achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. Clique em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!