Embora muitos usuários casuais conheçam o Prompt de Comando, apenas alguns ouviram falar do Windows PowerShell. Dessa forma, o PowerShell é uma ferramenta muito mais poderosa do que o Prompt de Comando. Ele também tem o objetivo de substituir o Prompt de Comando, pois oferece mais poder e controle sobre o SO Windows. É por isso que hoje decidimos falar um pouco sobre essa ferramenta. Portanto, continue lendo para saber mais sobre o PowerShell.

O Windows Update não atualiza? Veja como resolver!

O que é PowerShell no Windows?

Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! - Foto: TT
Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! – Foto: TT

Para lhe dar uma melhor compreensão do PowerShell, devemos primeiro definir o que é um Shell. Não, não estamos falando sobre a marca de postos de gasolina. Na ciência da computação, um Shell é uma interface de usuário que dá acesso a vários serviços de um SO. Dessa forma, um shell pode ser baseado em linha de comando ou pode incluir uma interface gráfica de usuário (GUI).

O Windows PowerShell é um Shell desenvolvido inicialmente pela Microsoft para fins de automação de tarefas e gerenciamento de configuração. Portanto, o PowerShell agora é um projeto de código aberto e está incluso em plataformas Windows, macOS e Linux. Este Shell é baseado no .NET framework e inclui um Shell de linha de comando e uma linguagem de script.

Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! - Foto: Digital Citizen
Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! – Foto: Digital Citizen

A primeira versão do PowerShell chegou em novembro de 2006 para Windows XP, Windows Server 2003 e Windows Vista. A versão mais recente do PowerShell é o Windows PowerShell 5.1 e é entregue em 2016 como parte da Atualização de Aniversário do Windows 10 e do Windows Server 2016. Além disso, ele também funciona com o Windows Server 2008 R2, Windows Server 2012, Windows Server 2012 R2, Windows 7 Service Pack 1 e Windows 8.1 (edições Pro e Enterprise).

O que você pode fazer com o PowerShell?

Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! - Foto: I Técnico
Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! – Foto: I Técnico

A Microsoft projetou o Windows PowerShell como uma ferramenta que ajuda a automatizar e resolver de forma rápida muitas tarefas de administração entediantes. Por exemplo, você pode usar o PowerShell para exibir todos os dispositivos USB instalados em um ou vários PCs em uma rede ou pode definir uma tarefa demorada para ser executada em segundo plano enquanto você faz outro trabalho. Além disso, você também pode identificar e eliminar processos que não estão respondendo ou filtrar informações específicas sobre PCs em uma rede e exportá-las em formato HTML.

Portanto, os recursos do PowerShell permitem que você simplifique e automatize tarefas tediosas e repetitivas criando scripts e combinando vários comandos.

Se você for um administrador de rede, verá que o PowerShell é útil para trabalhar com o Active Directory. Dado que contém centenas de comandos personalizáveis, que são chamados de cmdlets, o PowerShell pode ser útil para torná-lo mais produtivo. Inclusive, recomendamos o livro de Ed Wilson  –  Windows PowerShell Step by Step – para saber mais sobre ele. Por fim, se você deseja obter um vislumbre do que há de novo na iteração mais recente do Windows PowerShell para Windows 10, também deve verificar esta página oficial da Microsoft: Documentação do PowerShell.

PowerShell vs PowerShell ISE

Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! - Foto: Edu CBA
Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! – Foto: Edu CBA

Além do shell de linha de comando padrão, você também pode encontrar o Windows PowerShell ISE. Dessa forma, ISE significa Integrated Scripting Environment e é uma interface gráfica de usuário que permite executar comandos e criar, modificar e testar scripts sem ter que digitar todos os comandos na linha de comando. Portanto, a ferramenta permite o desenvolvimento de scripts que são coleções de comandos onde você pode adicionar lógica complexa para sua execução.

A ferramenta ISE é projetada para as necessidades dos administradores de sistemas Windows que precisam executar de forma repetida sequências de comandos que manipulam a configuração desses sistemas.

Onde você encontra o PowerShell no Windows?

Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! - Foto: Tech Republic
Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! – Foto: Tech Republic

A maneira mais rápida de abrir o PowerShell no Windows é usar o campo de pesquisa na barra de tarefas. Dessa forma, digite a palavra-chave  “Powershell”  e clique ou toque no resultado da pesquisa do “Windows PowerShell”.

Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! - Foto: Digital Citizen
Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! – Foto: Digital Citizen

Existem outras 9 maneiras de abrir o PowerShell, mas nenhuma delas é mais simples do que essa.

Comandos do PowerShell

Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! – Foto: Digital Citizen

Os comandos do PowerShell são chamados de cmdlets. Dessa forma, a maneira mais fácil de encontrar esses comandos no PowerShell é executar “Get-Command -Type Cmdlet”.

Isso produz a lista completa de comandos disponíveis no PowerShell.  Dessa forma, você pode percorrer a lista até encontrar o caminho certo. Além disso, vale lembrar que o número de comandos no PowerShell é bem grande. Portanto, seria bem difícil colocar todos eles aqui nesse artigo. No entanto, de forma resumida, podemos dizer que com ele é possível:

  • Desinstalar aplicativos do Windows 10;
  • Reinstalar todos os aplicativos padrão do Windows 10;
  • Usar o PowerShell para contar todos os arquivos e pastas;
  • Encontrar seu endereço IP no Windows;
  • Excluir uma partição do Windows;
  • Imprimir a lista de processos em execução;
  • Encontrar o endereço MAC de qualquer placa de rede

Além disso, neste guia da Microsoft, você pode encontrar exemplos de scripts que lhe dão uma boa ideia dos comandos usados no PowerShell.

Para usuários com experiência anterior em Prompt de Comando e Linux, o PowerShell tem uma lista de “aliases” que associam nomes familiares a esses usuários aos comandos do PowerShell. Portanto, aqui estão alguns exemplos: cat, dir, mount, rm, chdir, erase, sort, cls, del. Além disso, vale lembrar que para obter uma lista completa desses “aliases”, execute no PowerShell o comando “Get-Command -Type Alias”.

Quem tende a usar o PowerShell regularmente?

Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! - Foto: NS Focus
Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! – Foto: NS Focus

Sem dúvida, o PowerShell é a “arma” preferida de muitos administradores de TI, pois pode simplificar as operações de gerenciamento em grandes redes corporativas.

Para dar um exemplo, digamos que você esteja gerenciando uma grande rede contendo mais de quinhentos servidores e precise implementar uma nova solução de segurança que depende de um serviço específico que deve ser executado nesses servidores. Você pode, é claro, fazer login em cada servidor e ver se eles têm aquele serviço instalado e funcionando. É possível, mas também é provável que você perca muito tempo para terminar a tarefa. Se você usar o PowerShell, poderá concluir essa tarefa em apenas alguns minutos, já que toda a operação pode ser feita com apenas um script que reúne informações sobre os serviços em execução nos servidores que você especificar e os despeja em um arquivo de texto, por exemplo. Isso sim é produtividade!

Como o PowerShell pode ajudá-lo?

Windows PowerShell: veja o que é e para o que serve! – Foto: Visual SVN

Como você pode ver neste artigo, o Windows PowerShell é uma ferramenta incrivelmente poderosa incluída no Windows e que está disponível para muitos outros sistemas operacionais. Dessa forma, ele traz muitos benefícios para usuários avançados e profissionais de TI. No entanto, usuários casuais também podem se beneficiar com o uso dele. Dessa forma, basta ler esse artigo todo e depois pesquisar o que cada comando do PowerShell faz. Além disso, lembre-se que é possível ver todos os comandos dentro do próprio PowerShell. Somente é preciso executar “Get-Command -Type Cmdlet”.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. Basta clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!