A próxima versão da distribuição Linux, o Ubuntu 21.04, vai atender a um pedido antigos de muitos usuários. Ou seja, a configuração que permite, por padrão, que todas as contas do sistema acesse diretórios criados por outros usuários, agora vai deixar de existir.

Google Brasil reúne buscas sobre vacina contra COVID-19 em novo portal

Além disso, as reclamações sobre essa configuração são desde 2006. Ou seja, basicamente, ela faz com que um diretório que foi criado por um usuário ter, como padrão, permissão 755. Além disso, esse número quer dizer que um diretório ou arquivo pode ser aberto, lido e escrito por seu dono, além de lido e executado por usuários do mesmo grupo, e também por usuários que não pertencem a esse.

Mais detalhes sobre o Ubuntu 21.04

Originalmente, essa  configuração foi colocada visando facilitar o compartilhamento de arquivos entre usuários distintos. No entanto, com as preocupações de segurança ficando cada vez mais em evidência e a crescente integração de máquinas locais com serviços nas nuvens, resolveu-se que era mesmo um aspecto a ser reparado.

Podemos apenas levarmos em conta, como exemplo, os problemas que surgiriam se uma conta fosse invadida e usada para acessar arquivos confidenciais de outro usuário.

Um dos desenvolvedores da área de segurança da Canonical, Alex Murray, apontou na lista de discussão do Ubuntu que essa configuração vai mudar no Ubuntu 21.04, a não ser que haja alguma oposição. Como até agora não houve nenhuma, a nova abordagem já está na fila de tarefas a serem executadas para a distribuição.

A configuração de permissões irá mudar de 755 para 750, assim fazendo com que as contas que não fazem parte do mesmo grupo dos usuário que criaram o diretório, não terão nenhum tipo de acesso, nem se quer para leitura.

Note que essa é somente uma mudança de configuração padrão. Se, por um acaso, for necessária, bastará ao administrador reconfigurá-la e voltar a abordagem anterior.

Como o número no nome indica, o modelo final do Ubuntu 21.04 será publicada em abril desde ano.

O que você achou do Ubuntu 21.04? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!