Página demorando muito para carregar, quedas do sinal da internet e lentidão na hora de fazer downloads são alguns indicativos de que você precisa procurar métodos de como melhorar o sinal do seu Wi-Fi. Afinal, vivemos em um mundo onde é necessário ficar on-line quase que o tempo inteiro, já que precisamos nos manter informados e até entretidos com ferramentas que somente estão disponíveis na internet.

Veja também como ver o histórico do seu roteador!

Dessa forma, caso você sinta que o seu Wi-Fi ficou lento, existem muitas maneiras de melhorar o desempenho dele. Além disso, podemos encontrar algumas ferramentas que conseguem medir a velocidade da sua internet. Inclusive, temos um disponível aqui no site, basta clicar aqui.

Caso você tenha feito o teste e constatado que sua internet está realmente lenta e o principal motivo pode ser o sinal do seu Wi-Fi, leia o restante desta matéria e veja 10 maneiras simples de como melhorar o sinal do seu Wi-Fi.

1. Atualize o firmware do roteador

Como melhorar o sinal do Wi-Fi
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: TB

Talvez o seu roteador precise apenas de uma atualização. Os fabricantes de roteadores estão sempre aprimorando o software para obter um pouco mais de velocidade. A dificuldade para atualizar o firmware depende inteiramente do fabricante e o modelo do dispositivo.

A maioria dos roteadores atuais possuem o processo de atualização embutido na interface de administração, por isso é apenas uma questão de pressionar um botão para que a atualização do firmware seja feita. Outros modelos, principalmente se forem mais antigos, ainda exigem que você acesse o site do fabricante, faça o download de um arquivo de firmware na página de suporte do roteador e faça o upload para a interface de administração. É mais complicado, mas também nada que faça você “quebrar a cabeça”, pois continua sendo uma solução razoavelmente simples.

De fato, mesmo que sua rede sem fio não esteja em mau estado, você deve atualizar regularmente o firmware para obter melhorias de desempenho, melhores recursos e atualizações de segurança.

2. Posicione o Roteador da melhor forma possível

Roteador
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: PC Mag

Nem todos os quartos e espaços são criados da mesma forma. O fato é que a localização do roteador pode afetar sua cobertura sem fio. Pode parecer lógico ter o roteador dentro de um gabinete e fora do caminho, ou diretamente pela janela onde o cabo entra, mas nem sempre é esse o caso. Evite colocá-lo em algum extremo da sua casa, já que o roteador deve estar sempre no centro da sua casa. Dessa forma, o sinal chegará conseguirá cobrir a maior parte possível da sua residência. Além disso, se você colocar em uma “ponta” da sua casa, tenha certeza que na ponta oposta, o sinal chegará bem mais fraco e instável

Os roteadores sem fio precisam de espaços abertos, longe de paredes e obstruções. Portanto, embora seja tentador colocar esse aparelho simples em um armário ou atrás de um monte de livros, você obterá um sinal melhor se estiver completamente livre. Isso também evita o super aquecimento do seu roteador. Mantenha-o longe de eletrodomésticos ou aparelhos eletrônicos pesados, pois a execução de aparelhos próximos pode afetar o desempenho do Wi-Fi.

Se o seu roteador tiver antenas externas, coloque elas na vertical para aumentar a cobertura. Se você puder, monte-o na parede ou na prateleira superior para obter um sinal melhor. Por fim, existem algumas ferramentas que conseguem visualizar sua cobertura de rede, como o HeatMapper e o InSSIDER.

3. Verifique qual é a sua frequência

Como melhorar o sinal do Wi-Fi
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: PC Mag

Dê uma olhada na interface de administrador da sua rede e verifique se você a configurou para obter o melhor desempenho possível. Caso você possua um roteador de banda dupla, provavelmente obterá uma melhor taxa de transferência alternando para a banda de 5 GHz em vez de usar a banda de 2,4 GHz, que normalmente é mais comum.

A opção de 5GHz oferece velocidades mais rápidas e também será encontrada menos interferência de outras redes e dispositivos sem fio, porque a frequência de 5GHz não é tão popular. Entretanto, esse tipo de frequência não lida muito bem com possíveis obstruções e distâncias muito grandes, portanto não alcança necessariamente o que um sinal de 2,4 GHz pode alcançar.

A maioria dos roteadores de banda dupla modernos deve oferecer a opção de usar o mesmo nome de rede ou login nas duas bandas. Portanto, verifique a interface de administração do seu roteador e procure a opção de rede de 5 GHz. Depois, forneça o mesmo login e a senha da sua rede de 2,4 GHz. Dessa forma, seus dispositivos escolherão automaticamente o melhor sinal sempre que possível. No entanto, caos o seu roteador não ofereça a opção de usar o mesmo nome, coloque um outro nome para que você possa diferenciá-lo, como “geekBlogwifi-5GHz” e tente conectar-se manualmente a ele.

4. Mude o canal

Alterar esse canal
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: PC Mag

A interferência é um grande problema, especialmente para aqueles que vivem em áreas muito povoadas. Os sinais de outras redes sem fio podem afetar a velocidade, sem mencionar alguns sistemas de telefone sem fio, microondas e outros dispositivos eletrônicos.

Todos os roteadores modernos podem alternar entre canais diferentes ao se comunicar com seus dispositivos. A maioria dos roteadores escolherá o canal para você, mas se as redes sem fio vizinhas também estiverem usando o mesmo canal, você encontrará um congestionamento de sinal. É claro que um roteador de qualidade tentará escolher o canal menos congestionado, mas muitos roteadores mais baratos escolherão apenas um canal qualquer, mesmo que não seja o melhor.

Existem alguns aplicativos que conseguem verificar quais os canais que mais estão sendo usados na sua vizinhança, como o Wi-Fi Analyzer. Além disso, quando falando da frequência 2,4 GHz, costumamos manter os canais 1, 6 e 11, pois são os únicos que não usam se sobrepõem a outros canais. Já na frequência de 5GHz, usamos canais que não sejam sobrepostos.

Caso você acredite que a configuração automática não está funcionando bem para você, entre na interface de administrador do roteador, vá para a categoria sem fio básica e tente selecionar uma manualmente. Veja se isso fornece um sinal melhor e velocidades mais rápidas sobre a configuração automática. Além disso, lembre-se de que o congestionamento do canal pode mudar com o tempo. Portanto, se você escolher um canal manualmente, verifique-o de vez em quando para garantir que ele ainda seja o melhor.

Também é possível que o problema não seja interferência ou outras redes. Pode acontecer de você ter um convidado indesejado em sua rede, portanto altere a sua senha.

5. Controle de Qualidade

Regra de prioridade de QoS
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: PC Mag

A maioria dos roteadores modernos vem com ferramentas de qualidade de serviço (QoS) para limitar a largura da banda que os apps usam. Veja um exemplo abaixo:

Por exemplo, você pode usar a QoS para priorizar chamadas de vídeo em vez de downloads de arquivos. Dessa forma, caso você esteja em uma ligação importante, ela não será interrompida apenas porque outra pessoa está fazendo o download de um outro arquivo muito grande. No entanto, o download desse arquivo irá demorar muito mais tempo, podendo causar a irritação do outro usuário da rede. Algumas dessas configurações permitem que você priorize aplicativos diferentes em momentos diferentes do dia.

As configurações de QoS geralmente podem ser encontradas em configurações avançadas na interface do administrador da rede. Além disso, alguns roteadores podem até facilitar, oferecendo uma configuração de multimídia com um clique, para que você saiba que esses aplicativos serão priorizados.

6. Não confie em hardwares antigos

Roteadores por volta de 2013
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: PC Mag

É uma boa idéia tirar o máximo proveito do seu equipamento existente, mas se você estiver executando um hardware antigo, não poderá esperar o melhor desempenho. Dessa forma, caso você tenha comprado o seu roteador anos atrás, ainda pode estar usando o padrão 802.11n ou o 802.11g, que é mais antigo e mais lento.

Esses padrões sem fio limitam a largura de bandas razoavelmente baixas. Dessa forma, a taxa de transferência máxima para 802.11g é de 54 Mbps, enquanto a 802.11n atinge os 300 Mbps. O mais recente é o 802.11ac que suporta 1 Gbps.

Mesmo se o seu roteador for novo, você pode ter alguns dispositivos antigos que estão direcionado aos padrões mais antigos e lentos. Caso você tenha comprado um PC nos últimos dois anos, provavelmente possui um adaptador sem fio 802.11ac, ou pelo menos 802.11n. Entretanto, quanto mais velhos os seus dispositivos, menor a probabilidade de que eles possuam tecnologia moderna. No entanto, você pode comprar um adaptador USB Wi-Fi que torna as coisas um pouco melhores nas máquinas antigas.

Lembre-se de que um roteador de alta qualidade não suporta apenas esses padrões mais rápidos – ele também fará melhor tudo o que descrevemos acima. Ele realizará uma melhor seleção de canal, direção de banda para dispositivos de 5 GHz e terá melhores recursos de QoS.

Outros podem ter recursos como MU-MIMO (Multi User-Multiple Input Multiple Output). Os roteadores MU-MIMO podem enviar e receber vários fluxos de dados simultaneamente para vários dispositivos sem degradação da largura de banda e exigem testes especializados com vários clientes, mas os clientes precisam ser compatíveis com MU-MIMO.

7. Substitua sua antena

Como melhorar o sinal do Wi-Fi
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: PC Mag

Caso o seu roteador use uma antena interna, adicionar uma externa seria uma boa ideia, pois as antenas externas podem enviar sinais muito mais fortes que as internas. Além disso, o seu roteador pode ter sido adquirido com antenas que você pode adicionar, mas caso esse não seja o seu caso ou então você simplesmente a tenha perdido, muitos fabricantes de roteadores vendem antenas de forma separada.

Em muitos casos, você pode escolher entre antenas onidirecionais, que enviam um sinal para todas as direções, ou direcionais, que enviam um sinal em uma direção específica. A maioria das antenas embutidas tende a ser onidirecional, portanto, se você estiver comprando uma externa, deve ser marcada como “alto ganho” para realmente fazer alguma diferença no sinal.

Uma antena direcional tende a ser uma opção melhor, pois é provável que você não esteja enfrentando pontos fracos em sua rede em todas as direções. Dessa forma, aponte sua antena externa na direção do seu ponto fraco, e ele transmitirá o sinal de acordo. 

Por fim, antes de comprar qualquer antena, consulte o site do fabricante do roteador para obter detalhes sobre o que deve comprar.

8. Configure um extensor de alcance sem fio

Melhores Extensores de Alcance Sem Fio
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: PC Mag

A distância é um dos problemas mais óbvios, já que há uma certa faixa ideal que o sinal sem fio pode percorrer. Se a rede precisar cobrir uma área maior do que o roteador é capaz de transmitir ou se houver muitos cantos a percorrer e paredes a penetrar, o desempenho será prejudicado.

Se tudo isso falhar, é possível que sua casa seja grande demais para um único roteador enviar um bom sinal para qualquer lugar. Todos os roteadores só são capazes de transmitir de maneira confiável até uma certa distância antes que o sinal fique fraco. Se você deseja estender seu sinal além disso, precisará de um extensor de alcance

Os extensores de alcance são semelhantes aos roteadores padrões, mas funcionam de maneira diferente. De certa forma, eles captam o sinal Wi-Fi existente no seu roteador sem fio e simplesmente retransmitem-no.

Mesmo que não seja um roteador, você ainda deve usar as mesmas regras para descobrir o posicionamento. O extensor deve estar próximo o suficiente do roteador principal da rede para captar um sinal sólido, mas próximo ao ponto fraco para que ele possa fazer o trabalho de estender esse sinal. Infelizmente, o sinal estendido quase nunca será tão bom quanto o original, mas é melhor que nada.

Você não precisa de um extensor com a mesma marca ou modelo que o roteador existente, embora, em alguns casos, extensores da mesma marca possam oferecer recursos extras (como os roteadores MaxStream da Linksys e seu “roaming contínuo”).

Entretanto, sempre escolha um que possa transmitir um sinal equivalente, ou seja, não compre um extensor 802.11n se o seu roteador estiver no 802.11ac.

9. Atualize para um sistema Wi-Fi Mesh

Sistemas de malha com melhor classificação
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: PC Mag

Os extensores de alcance ajudam a levar a conectividade a zonas mortas, mas os extensores de alcance sem fio geralmente fornecem cerca da metade da largura de banda que você obtém do seu roteador principal. Além disso, eles geralmente exigem gerenciamento separado de duas páginas de administração diferentes e podem até forçá-lo a usar dois SSIDs diferentes, o que pode ocasionar uma certa dor de cabeça. Caso você deseje conectividade perfeita em qualquer lugar da sua casa, mas gerenciável a partir de um simples aplicativo para smartphone, considere atualizar toda a sua rede em um sistema Wi-Fi Mesh.

Projetado para cobrir todos os cantos da sua casa, os sistemas Wi-Fi Mesh visam substituir o seu roteador em vez de apenas estendê-lo. Você conectará um aparelho diretamente ao seu modem e colocará os outros pela sua casa. Além disso, o aplicativo que é incluído o guiará pela configuração, garantindo que cada aparelho seja colocado no local ideal para o melhor sinal.

A configuração irá cobrir sua casa com uma única rede sem fio, usando uma única interface de administração que está na forma de um aplicativo móvel inteligente. Além disso, ele oferece um desempenho melhor do que muitos extensores. Muitos desses sistemas até atualizam seu firmware automaticamente, para que você tenha sempre os mais recentes aprimoramentos de desempenho e segurança. Portanto, não é mais necessário fazer o download do firmware no site do fabricante.

A desvantagem: os sistemas Wi-Fi Mesh não são baratos, especialmente se você tem uma casa grande, o que exigirá vários aparelhos. No entanto, se você estiver disposto a gastar um bom dinheiro com um novo roteador, vale a pena considerar como alternativa.

10. Mude o SO do seu roteador

sinal do Wi-Fi
Sinal de Wi-Fi: como melhorar o sinal da sua rede? – Foto: RB

Se você realmente deseja tirar o máximo proveito do seu roteador atual, talvez deva procurar o SO do roteador DD-WRT de código aberto. Muitos fabricantes importantes de roteadores, como Linksys, Netgear e TrendNET, oferecem roteadores que podem executar o DD-WRT. Além disso, você pode simplesmente baixar o DD-WRT e instalá-lo em qualquer roteador compatível existente.

O DD-WRT pode aumentar o desempenho e fornecer acesso a recursos de rede mais avançados, incluindo rede virtual privada (VPN), segurança e personalização granular.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!