Já sabemos que a Xiaomi lança celulares com mais frequência do que olhamos para eles, e agora parece que a empresa entrou numa onda de resgatar celulares antigos e lançar eles como se fossem celulares novos. Mas vamos ver o que esses “remasters” tem a oferecer.

De cara podemos ver que por fora nada mudou, inclusive as cores do modelo se mantiveram os mesmos. Além disso, a tela e o alto-falante também se mantiveram.

Eduardo Saverin é o brasileiro mais rico do mundo!

A Xiaomi trocou seu processador Snapdragon 665 pelo Helio G85. Apesar disso, não esperem um grande aumento no desempenho do celular já que, em testes realizados, os dois se equiparam. Além disso, há casos em que o processador antigo se sobressai já que parece que o Helio G85 sofre perdas de desempenho por causa da má otimização da MIUI 12.

Redmi Note 8 2021: celular remasterizado da Xiaomi!

A bateria de 4.000 mha foi mantida e parece pouco para os padrões atuais. O carregador mais potente ajudou a reduzir o tempo em que o celular ficava conectado na tomada, mas ainda parece ser muito mais do que os celulares mais atuais.

O conjunto de câmeras se manteve as mesmas, mas sem a capacidade de gravar em 4K. Apesar disso, a mudança no chipset parece ter dado uma melhorada na qualidade de fotos tiradas com o aparelho. Então… quais são os vereditos? No mais, a Xiaomi parece ter ficado sem ideais e resolveu fazer algo sem sentido, relançando um celular inferior que custa quase o mesmo que o Redmi Note 10.

O que você achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. Clique em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!