O Windows permite que o seu usuário faça print screen de 4 formas diferentes e nativas, ou seja, são atalhos do teclado que funcionam sem a necessidade de instalar qualquer programa extra.

As 4 maneiras de capturar tela tem praticamente a mesma finalidade, mas cada uma possui suas particularidades. Nesse artigo, vamos fazer um guia rápido para você aprender a utilizar os atalhos e entender as características delas.

Atalhos nativos para print screen

  1. PrtSc;
  2. Alt + PrtSc;
  3. Windows + Shift + S;
  4. Windows + PrtSc.

O que cada um dos atalhos faz?

Quando você aperta somente o botão “PrtSc”, uma captura de tela de tudo o que você está visualizando será feita. Ela ficará salva na área de transferência, portanto você poderá colá-la em aplicativos, como o Paint, pressionado “Control” + “V”.

Caso você pressione “Alt” + “PrtSc”, será criada uma captura de tela ativa, portanto o Windows irá capturar apenas a janela ou elemento que está em primeiro plano. Ela também ficará salva na área de transferência e para colá-la basta fazer o mesmo procedimento que o anterior.

Se as teclas pressionadas forem “Windows” + “Shift” + “S”, primeiramente aparecerá uma tela em branco. Em seguida, o ponteiro do mouse ficará parecendo um marcador. Então, você terá que pressionar o botão esquerdo do mouse enquanto seleciona a área da tela que deseja capturar. Novamente, a captura de tela será enviada para a área de transferência.

Por último, se as teclas escolhidas forem “Windows” + “PrtSc”, você tirará um print screen que não vai para a área de transferência . No entanto, é automaticamente gerado um arquivo no formato “.png” na pasta “Capturas de Tela” que fica dentro da pasta “Imagens”. Esse atalho é muito útil para quem não precisa editar a imagem, já que faz o arquivo diretamente e não fica apenas na área de transferência.

LEIA MAIS:

WhatsApp Web: Como escanear o QR code no celular

Microsoft Teams Vs Slack, qual a melhor ferramenta?