A cada ano que passa a Capcom está ficando cada vez melhor em entregar um elenco invejável de vilões no mundo dos games.

Fim do mundo: confira as teorias mais famosas sobre o apocalipse!

Resident Evil é uma das franquias de video game mais consagradas durante seus 25 anos de estrada. Alguns jogos foram cruciais na consolidação de alguns gêneros nos anos 90 e claro que não poderiamos nos esquecer de mencionar a série da Capcom, Survival Horror — Metal Gear também foi um game que serviu com o mesmo propósito com o Stealth (jogos de furtividade) naquela década.

É óbvio que a absoluta maioria já conhece as desventuras dos icônicos protagonistas da série. Chris Redfield, Jill Valentine, Leon S. Kennedy, Claire Redfield e todos os outros personagens que foram, e ainda são, de suma importância em uma das franquias mais rentáveis da gigante japonesa dos games.

Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil
Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil – Foto: Reprodução/MeUps

Contudo, Resident Evil também é, sem dúvida, detentora de um invejável elenco vilões dos games — me arrisco dizer que pode ser a pioneira neste quesito. E o assunto agora é sobre eles.

Fizemos uma lista honesta com os 7 maiores vilões de Resident Evil. Caso você seja do time de amantes por games, principalmente da franquia desde seus primórdios, boas lembranças te esperam nas próximas linhas!

Nemesis

Não teria como começarmos de outra forma, não é mesmo? Nemesis, sem dúvida, é um dos vilões mais icônicos e importante não apenas para franquia de zumbis, mas para os games em contexto geral. O brutamontes que persegue Jill Valentine através das ruas de Raccoon City apareceu pela primeira vez em Resident Evil 3: Nemesis — um dos clássicos que todos deveriam jogar no PS One.

Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil – Foto: Reprodução/MeUps

Resumindo, a B.O.W. (Bio Organic Weapon — Arma Biológica) da Umbrella Corporation foi plantada em meio ao caos apenas com um objetivo: eliminar os soldados S.T.A.R.S. (Special Tactics and Rescue Service — Serviço de Táticas Especiais e Resgate) que restaram. Esse personagem provavelmente apareceu em pesadelos de muitos jogadores nos anos 90.

Albert Wesker

Amado por uns e odiado por outros, Albert Wesker fez seu nome de traidor na estreia da franquia em 1996. O comandante da equipe Alpha dos S.T.A.R.S. deu as caras pela primeira vez durante a missão da mansão Spencer, localizada nas montanhas de Arklay — aos arredores de Raccoon City. No fim, se revelou sendo um traidor e foi supostamente morto pelo Tyrant T-002.

Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil
Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil – Foto: Reprodução/MeUps

Concluindo, Wesker não morreu no final do primeiro game e acabou virando um humano com superpoderes. Depois disso, fez uma pequena apariçao em Resident Evil Code: Veronica, onde se revelou “vivinho da silva” para Chris Redfield.

Wesker acabou virando o antagonista número um da série até Resident Evil 5, game em que Chris e Jill finalmente conseguiram acabar com o arqui-inimigo.

Tyrant T-002

O primeiro boss que nos da tanto trabalho a gente nunca esquece. O Tyrant T-002 é o aterrorizante monstro da mansão Spencer, uma arma biológica nascido das pesquisas de Albert Wesker e Willian Birkin com o T-Vírus.

Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil – Foto: Reprodução/MeUps

A criatura é mostruosamente grande, além disso, dotada de inteligência, força e vulnerabilidade. Sua característica mais marcante é o seu coração do lado de fora do peito e seu braço esquerdo superdesenvolvido que detinham enormes garras usadas para rasgar qualquer coisa em seu caminho.

Willian Birkin

Isso pode não ser novo para você, mas muitas pessoas não sabem: Willian Birkin e Albert Wesker foram estagiários de James Marcus — um dos três fundadores da Umbrella e também criador do T-Vírus que assolou Raccoon City.

De volta à Birkin, o cientista era tão brilhante que criou o G-Vírus — um vírus derivado do T-Vírus. Porém, a Umbrella soube sobre a empreitada secreta e o resultado acabou sendo devastador.

Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil – Foto: Reprodução/MeUps

No Resident Evil 2, a corporação envia o esquadrão Hunk para roubar a criação do cientista. Durante a ação, Birkin é atingido por tiros e, para sobreviver, injetou o G-Vírus em seu próprio corpo para se tornar um verdadeiro monstro com sede de sangue.

Como Claire estava com Sherry (filha de Birkin) durante a fuga da cidade, acabou sendo perseguida pelo monstro. O resto é história!

Mister X

Outro gigante que teve um papel parecido com o de Nemesis durante a queima de arquivos em Raccoon City. Mister X apareceu pela primeira vez em Resident Evil 2, em 1998, para tratar de “limpar” a cidade dos civis restantes que corriam por suas vidas.

Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil
Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil – Foto: Reprodução/MeUps

Ele é um dos vilões que infernizam Leon e Claire nos acontecimentos do segundo game da franquia. O mostro é bastante lento se comparado a outras armas biológicas, mas apenas um soco é suficiente para dar “tchal” à vida.

Alexia Ashford

Alexia e Alfred Ashford são filhos de Alexander Ashford, que era filho de um dos fundadores da Umbrella Corporation (Edward Ashford). O pai deles, um cientista, criou os dois como experiências In Vitro, unindo genes de alta inteligência com o DNA da mãe da família, Veronica.

Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil – Foto: Reprodução/MeUps

Sendo bem sussecido em sua experiência, Alexia se tornou uma criança extremamente inteligente. A garota se formou na faculdade aos 10 anos, e tornou a cientista mais nova a integrar o time da Umbrella e acabou criando o T-Veronica — que unia 3 genes, o Progenitor com o Retrovírus de uma formiga-rainha e DNA de plantas.

Resumindo, Alexia queria tonar o vírus melhor e ficou por quinze anos em estado de hibernação criogênica, enquanto o T-Veronica se apossava de seu corpo de forma gradual. Quando finalmente acordou, se tornou um monstro, entrando na mira até de Albert Wesker nos acontecimentos de Resident Evil Code: Veronica.

Família dos Bakers

Depois de um bom tempo longe da franquia, Resident Evil 7 trouxe a família Bakers como os principais vilões do game. Os personagens Jack, Marguerite e Lucas Baker puderam resgatar com sucesso a atmosfera de terror dos games clássicos.

Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil
Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil – Foto: Reprodução/MeUps

Perseguições, transformações e plot-twists são os destaques do game graças a essa família, que te persegue até os confins do pântano mais escuro só para te atormentar.

Tendo em vista o sucesso que fez no sétimo game, a Capcom optou em reproduzir o mesmo padrão em Resident Evil Village — o jogo também será contará com uma família, porém, de duques e duquesas.

Lady Dimitrescu, a nova vilã da franquia Resident Evil

A história que antecede a antagonista de Resident Evil Village ainda é um mistério que só vamos descobrir em maio — quando o game for lançado. Contudo, é importante lembrar-mos dela neste artigo pelo notável alvoroço que causou nas redes sociais quando foi anunciada.

Os 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil – Foto: Reprodução/MeUps

A duquesa que mede nada mais nada menos que 2,90 metros de altura caiu no gosto popular ao ser revelada pela Capcom. Ela e suas filhas vão tratar de atormentar a vida de Ethan Winters em um castelo no interior da Europa. Mas uma coisa é certa: apesar de alta, só é a ponta do iceberg.

O que você achou da lista de 7 vilões mais icônicos da franquia Resident Evil? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!