Você já se sentiu como se as pessoas estivessem falando uma linguagem secreta que você simplesmente não entende? Por exemplo, quando alguém pede que você envie um vídeo em MP4 ou seu chefe pede uma versão PNG do logotipo de sua empresa. “Eles estão falando em código Morse?” você pensa consigo mesmo, e “o que é toda essa bobagem de MP4 e PNG?”. Bem, na verdade, todos esses são diferentes extensões de arquivos de PC.

Veja também como recuperar arquivos deletados da lixeira!

Cada tipo de arquivo pode oferecer suporte a uma ou mais formas de conteúdo, como imagens, vídeo e texto. Ao decidir qual usar, é importante observar as vantagens e desvantagens de cada um. Neste artigo, daremos uma explicação completa dos formatos de arquivo mais comuns usados hoje.

Dessa forma, da próxima vez que você quiser fazer upload de uma imagem para o seu site recém-criado ou compartilhar um vídeo como uma postagem no Facebook, você saberá exatamente qual formato de arquivo se adapta às suas necessidades (e talvez, apenas talvez você fale um pouco do tal “Código Morse”). Portanto, aqui você verá um pouco mais sobre do que se trata essas extensões e os mais populares tipos de arquivos:

O que são arquivos de computador?

Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! - Foto: SD MAS
Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! – Foto: SD MAS

Arquivo é um conjunto de informações nomeadas, armazenadas e organizadas em uma mídia de armazenamento de dados. Dessa forma, o arquivo está disponível para um ou mais programas de PC, sendo essa relação estabelecida pelo tipo de arquivo, identificado pela extensão recebida no ato de sua criação ou alteração.

De forma muito objetiva podemos dizer que um arquivo possuí pelo menos três características que os definem:

  • Nome: é rótulo do arquivo, ao se escolher um nome para o arquivo, é recomendável evitar o uso de caracteres especiais como !@#$%*+?:><}{][. Alguns SOs permitem o uso de tais símbolos, mas ao se veicular estes arquivos na Internet ou por pendrives nunca sabemos o destino final e nem mesmo se sua compatibilidade será satisfeita em outros ambientes operacionais;
  • Tipo (extensão): devido a importância desta característica, destacamos um tópico abaixo somente para tratar este item;
  • Tamanho: esta informação é mensurada dentro dos padrões da informática.

O que seria a extensão de um arquivo?

 Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! - Foto: BF MAS
Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! – Foto: BF MAS

A extensão de um arquivo é composta por um conjunto de três à quatro letras precedidas por um ponto final. Esse conjunto de letras identifica a natureza de tal arquivo, assim o SO sabe qual o software adequado para fazer a edição ou leitura dos dados armazenados. Dependendo do tipo de arquivo, a edição pode ser feita por mais de um software, ao se clicar duas vezes sobre o ícone do arquivo, o SO escolhe a partir da definição de software padrão para determinada aplicação.

As extensões de arquivos mais populares

01. JPEG (Joint Photographic Experts Group)

Tipos de arquivos: confira os 6 mais comuns! - Foto: Tech Power Up - Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares!
Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! – Foto: Tech Power Up

JPEG é o formato mais comum usado por câmeras digitais e imagens que vivem na Internet. Dessa forma, este formato de arquivo se baseia na compactação com perdas, o que significa que mantém as informações visíveis para o visualizador e elimina os dados que o olho humano não consegue perceber. A popularidade do arquivo JPEG deriva do fato de que ele é leve, embora tenha qualidade suficiente para uso digital. Devido ao seu tamanho, ele não só carrega mais rápido, mas pode ser carregado em qualquer plataforma, independentemente das limitações de tamanho.

Além disso, este formato também pode ser visualizado em qualquer dispositivo sem a necessidade de baixar um visualizador de imagens especial. No entanto, é importante estar ciente de que toda vez que você salva um arquivo como JPEG, compactando-o de forma repetida, a imagem perde qualidade e pode ficar pixelada ou granulada.

Vantagens: arquivo leve, visível em quase todos os programas;

Desvantagens: perde qualidade ao salvar várias vezes;

Melhores lugares para usá-lo: imagens para web design, redes sociais e portfólios de fotos.

02. PNG (Portable Network Graphics)

Tipos de arquivos: confira os 6 mais comuns! - Foto: Pop Up Smart - Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares!
Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! – Foto: Pop Up Smart

PNG é um formato de arquivo de alta qualidade usado para imagens. Portanto, este tipo de arquivo se baseia na compactação sem perdas, o que significa que ele oferece suporte a imagens de alta qualidade para uso online, mantendo as cores e a nitidez da imagem original.

Além disso, ao contrário dos arquivos JPEG, os PNGs também oferecem suporte a imagens com fundos transparentes. Assim, se você quiser ter uma imagem sem fundo, como um logotipo ou produto, você pode salvá-la como um arquivo PNG e usá-la com fundos diferentes. No entanto, esse arquivo não é tão leve quanto um JPEG. Portanto, não é recomendado fazer upload de centenas de PNGs grandes para o seu site ou portfólio, pois isso ocupará muito espaço de armazenamento e, por fim, aumentará o tempo de carregamento do seu site. E ninguém tem tempo para isso.

Vantagens: arquivos de alta qualidade, suporte para fundos transparentes;

Desvantagens: arquivo pesado (diminui o tempo de carregamento e ocupa muito espaço de armazenamento);

Melhores lugares para usá-lo: logotipos, fotos de sites, redes sociais (fotos de perfil, postagens e fotos de capa).

03. GIF (Graphics Interchange Format)

Tipos de arquivos: confira os 6 mais comuns! - Foto: Giphy - Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares!
Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! – Foto: Giphy

Você provavelmente já ouviu falar desse tipo de arquivo com base em seu recurso mais popular que está tomando conta da Internet: animação! O arquivo GIF é uma forma de imagens bitmap, o que significa que o gráfico possui muitas partes minúsculas chamadas pixels, assim como os formatos de arquivo JPEG e PNG.

Além disso, este tipo de arquivo se baseia em LZW (Lempel-Ziv-Welch), uma forma especial do algoritmo de compressão de dados sem perdas. Dessa forma, um GIF se adequa melhor para armazenar gráficos com algumas cores, como diagramas, formas e logotipos simples, em vez de gradientes. Por exemplo, os ícones da sua empresa que contêm três cores ou menos ficam ótimos neste formato de arquivo – além disso, o tamanho de arquivo pequeno é adequado para uso em qualquer lugar.

No entanto, uma bela foto do pôr do sol não só seria muito pesada para o tamanho do arquivo, mas também pareceria distorcida por causa das limitações de cor. Por fim, vale lembrar que um benefício desse tipo de arquivo é que ele oferece suporte a um fundo transparente, como um arquivo PNG.

Vantagens: suporta transparência e animação básica;

Desvantagens: exibe mal as cores gradientes;

Melhores lugares para usar: animações curtas para canais sociais, como Facebook e Twitter.

04. PDF (Portable Document Format)

Tipos de arquivos: confira os 6 mais comuns! - Foto: IT
Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! – Foto: IT

Este formato de arquivo é útil para documentos on-line e fins de impressão. Dessa forma, foi criado pela Adobe com o objetivo de exibir arquivos no mesmo formato, independentemente do dispositivo em que são visualizados ou do software com o qual são abertos. Além disso, graças à confiabilidade dos PDFs, você pode criar documentos longos e compartilhá-los com outras pessoas sem arriscar a perda de seu design original – o texto não é maior, as imagens não são menores e etc.

Os arquivos PDF podem conter muitos elementos diferentes: texto, fotos, vetor imagens, vídeos, arquivos de áudio e até elementos interativos como formulários e botões. Por fim, é possível criar este arquivo usando vários tipos de software, desde Adobe Photoshop, Illustrator, Indesign e Acrobat até Microsoft Word, Google Docs e muito mais. Mas para poder visualizar um PDF, você precisa ter um leitor de PDF instalado no seu dispositivo.

Vantagens: mantém toda a formatação, independentemente do dispositivo em que é exibida;

Desvantagens: você precisa de um leitor de PDF instalado no dispositivo para visualizá-lo;

Melhores locais para usá-lo: formulários online, documentos e serviços de impressão.

05. SVG (Scalable Vector Graphics)

Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! – Foto: Wikipédia

SVG é um formato comumente usado para salvar e exibir vetores. Os gráficos de arte vetorial são ilustrações digitais baseadas em formas geométricas. Dessa forma, eles são criados usando um software de ilustração vetorial, como o Illustrator. Além da aparência limpa e profissional que incorporam, sua maior vantagem é que eles mantêm a mais alta qualidade mesmo quando redimensionados. Por exemplo, se o logotipo da sua empresa for um vetor, você pode redimensioná-lo para caber em algo tão grande como um cartaz ou um cartão de visita sem o risco de perda de qualidade.

Hoje, podemos visualizar imagens SVG em todos os navegadores da web. É também um bom formato para impressão. Portanto, ao criar logotipos, ícones e ilustrações, certifique-se de salvá-los como um arquivo SVG. Além disso, se você estiver trabalhando com designers em ativos visuais para o seu negócio, peça que eles enviem para você como uma versão de arquivo SVG, bem como outros formatos relevantes (como PNG, JPEG e etc.).

Vantagens: redimensionável sem perder qualidade;

Desvantagens: as plataformas de mídia social não suportam esse tipo de arquivo;

Melhores lugares para usá-lo: gráficos em seu design da web, recursos ilustrados para sua empresa (logotipo, ícones, ilustrações de diagramas e etc.).

06. MP4 (Moving Picture Experts Group)

Extensões de arquivos: confira os tipos mais populares! – Foto: FAV PNG

MP4 é um formato de contêiner de multimídia, que é apenas um termo sofisticado para a maioria dos vídeos que consumimos na Internet. Dessa forma, este arquivo pode conter vídeo, áudio e legendas. Além disso, graças ao seu formato de compressão, o resultado final será um arquivo muito leve que pode ser facilmente carregado no seu site ou canal de mídia social favorito.

Por fim, os MP4s também podem ser reproduzidos em todos os principais reprodutores de mídia e transmitidos pela Internet. Portanto, você não precisará de nenhum programa sofisticado para visualizá-los. Em resumo, esta é a melhor escolha para criar ou salvar arquivos de vídeo em seu site, mídia social e muito mais.

Vantagens: arquivo leve, reproduzível em todos os principais reprodutores de mídia e reproduzível online;

Desvantagens: muitas pessoas podem apontar falhas, mas parece que este tipo de arquivo não tem falhas;

Melhores lugares para usar: vídeos em seu site e vídeos em mídias sociais (Facebook, Youtube, Vimeo, etc.).

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!