A Internet é o principal meio de comunicação profissional, transações de pagamento e compartilhamento de informações, mas com tantas pessoas trabalhando remotamente atualmente, a segurança na Internet é mais importante do que nunca. Portanto, pensando nisso, hoje listamos 10 dicas de segurança para você se proteger na internet.

Veja também o que é segurança cibernética!

Imagine sentar-se em sua cafeteria favorita com seu notebook aberto e fones de ouvido. Não é muito difícil imaginar, certo? Agora, imagine se conectar a uma rede Wi-Fi que parece pertencer a uma cafeteria. A maioria das pessoas não sabe que os hackers costumam esperar que os usuários de Wi-Fi públicos se conectem a redes Wi-Fi falsas. Depois de fazer o login, é incrivelmente fácil para os hackers roubarem informações confidenciais, identidade pessoal e números de cartão de crédito.

Configurar redes Wi-Fi falsas é apenas uma das muitas maneiras pelas quais os hackers podem roubar suas informações. É por isso que reunimos 10 dicas práticas para ajudá-lo a se manter seguro na internet e evitar a catástrofe do roubo de identidade. Confira:

1. Não abra e-mails de estranhos

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! - Foto: TT
Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: TT

Se você receber um e-mail de phishing com malware anexado, não será necessário baixar o anexo para que ele danifique sua rede doméstica. Isso ocorre porque o “drive-by downloads” pode instalar malware em seu HD, mesmo sem você concordar em baixá-los.

Portanto, em alguns casos, um “download drive-by” pode se disfarçar como uma atualização de sistema padrão ou outra pergunta “sim / não” inócua, e até mesmo o mais cibernético entre nós pode ser enganado. Por esse motivo, é uma boa ideia evitar abrir e-mails de endereços que você não conhece. 

2. Certifique-se de que seus dispositivos estão atualizados

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! - Foto: Zoom
Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: Zoom

Se você não tem seu software de segurança, navegadores da web e dispositivos configurados para atualizar automaticamente, ative essas atualizações automáticas agora. Dessa forma, as atualizações geralmente incluem correções críticas para quaisquer falhas de segurança que possam ter sido detectadas em seus programas ou dispositivos.

3. Use senhas fortes

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! - Foto: FP
Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: FP

Existem várias maneiras de se proteger contra roubo de identidade online, e usar senhas fortes é uma delas. Infelizmente, mesmo agora, as pessoas ainda usam senhas como “12345678” ou “senha”. Portanto, não use isso, e também não use o nome do seu cachorro ou os aniversários dos seus filhos.

A melhor senha é aquela que você consiga lembrar, mas que será difícil para outras pessoas, mesmo para programas maliciosos que tentam todas as combinações de senha existentes, adivinhar. Dessa forma, uma frase abreviada, ou frase secreta, geralmente é melhor do que uma única palavra com números e símbolos inseridos. Além disso, você pode usar um app de gerenciamento de senha para gerar e armazenar suas senhas para você. Um gerenciador de senhas também pode ajudá-lo a gerar senhas exclusivas para cada uma de suas contas online. Por fim, para segurança extra, mude suas senhas várias vezes por ano. 

4. Use autenticação de dois fatores

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! - Foto: Blog Host One
Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: Blog Host One

A autenticação de dois fatores requer que você verifique sua identidade depois de fazer o login usando seu nome de usuário e senha. Portanto, em alguns casos, você será solicitado a verificar sua identidade inserindo um código enviado por mensagem de texto para o seu celular ou e-mail. Outras vezes, você terá que responder a uma pergunta de segurança. Sempre que a autenticação de dois fatores estiver disponível, opte por usar. Pode levar alguns segundos a mais para fazer login em suas contas, mas pode tornar menos provável que outras pessoas consigam fazer login em suas contas também.

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! - Foto: UOL
Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: UOL

Os vírus e outras formas de malware geralmente se propagam porque você clica em um link de alguém que conhece. Dessa forma, se você receber um link que pareça estranho (por exemplo, pode conter erros de digitação) de um amigo ou membro da família de confiança, entre em contato com ele para perguntar se o link que você recebeu foi enviado propositalmente. Você pode ter que esperar um pouco para assistir aquele vídeo viral engraçado, mas é melhor prevenir do que remediar.

Se você não quiser esperar uma resposta de seu amigo ou familiar, copie e cole o link em um verificador de links confiável. Mas lembre-se: não clique no link.

6. Evite usar Wi-Fi público inseguro

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! - Foto: TT
Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: TT

Se possível, tente evitar o acesso a um Wi-Fi público inseguro em seus dispositivos. Usá-lo pode torná-lo vulnerável a práticas predatórias. E se for necessário usá-lo, evite inserir informações comprometedoras, como seu número de seguro social ou informações financeiras, em qualquer site. Melhor ainda, use uma VPN, ou rede privada virtual, para navegar quando não estiver em casa. Portanto, isso criptografará os dados que você envia e recebe, tornando-os muito mais difíceis de interceptar.  

7. Faça backup de seus dados regularmente

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: Tech CD

Se você se tornar vítima de malware, como ransomware, pode não ser capaz de recuperar seus dados. Isto é, a menos que você tenha feito backup de seus dados.

Portanto, quando você faz backup de seus dados, pode tornar certos tipos de violação de segurança menos problemáticos. Assim, se um hacker criptografar seus dados e exigir um resgate para descriptografá-los, não será um grande problema se você fez o backup há uma semana.

8. Seja inteligente com informações financeiras

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: UBER

Esteja ciente de onde você insere informações, como o número do seu cartão de crédito online. Portanto, antes de comprar qualquer coisa em um site, certifique-se de que o URL do site comece com “https: //”. O “s” no final é crítico, pois indica que sua conexão está criptografada. Dessa forma, não compre nada de um site que não tenha isso. Além disso, você deve pensar duas vezes antes de salvar suas informações financeiras em sites de compras, mesmo se fizer compras com eles com frequência. Armazenar suas informações no site deles pode facilitar o acesso dos hackers, caso o site ou rede da empresa sofra uma violação de dados.

9. Eduque sua família

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: SP

Você pode estar tomando todas as precauções certas em sua rede de segurança doméstica, mas se sua família e outras pessoas que usam sua rede não estiverem fazendo a sua parte para manter tudo seguro, seus esforços podem não ser suficientes.

Portanto, certifique-se de que todos que usam sua rede regularmente saibam como ajudar a mantê-la segura. Além disso, as crianças também podem aprender sobre segurança cibernética.

10. Evite compartilhar informações pessoais

Dicas de segurança: veja dicas para se proteger na internet! – Foto: Zoom

É fácil se sentir confortável compartilhando um pouco de informações pessoais demais online. Mas você pode se surpreender com a quantidade de danos que os cibercriminosos podem causar com apenas um pouco de informação.

Portanto, para mantê-lo seguro, nunca compartilhe detalhes de identificação, como seu nome completo, endereço ou informações financeiras, com estranhos que conheceu online. Além disso, você também deve ter cuidado com os nomes de usuário que cria para sites – não há necessidade de incluir seu nome real. E seja econômico com a quantidade de informações que você compartilha em pesquisas ou formulários online. Na maioria das vezes, pouca ou nenhuma informação pessoal é genuinamente necessária para completá-los.

Ficar mais seguro online pode parecer um desafio, mas não precisa ser. Se você ainda está aprendendo a se proteger contra predadores ou golpes online, trate as interações online da mesma forma que trataria as interações com um estranho andando na rua. Ou seja, você provavelmente não abriria nada que eles lhe dessem, entregaria seu cartão de crédito ou os levaria para seu endereço residencial. Por fim, observe que as mesmas regras podem ajudá-lo a ficar mais seguro online.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!