Os cinemas russos foram privados de filmes de Hollywood por várias semanas. Em reação à guerra na Ucrânia, gigantes americanos como Disney, Sony ou Warner Bros cancelaram o lançamento nos cinemas de vários filmes. Assim, para sobreviver às sanções, os operadores de cinema decidiram distribuir cópias baixadas ilegalmente em sites piratas.

Veja também o que vem a seguir para o Batman de Robert Pattinson!

Após a invasão da Ucrânia, os países ocidentais decretaram uma série de penalidades contra a Rússia.  Desse modo, a pedido dos governos, muitas empresas se retiraram do mercado russo. Este é particularmente o caso da Apple. Assim, o grupo americano interrompeu as vendas de iPhone, iPad,  AirPods e todos os seus produtos. É a mesma história do lado do Google, Samsung, Intel ou AMD.

Nesse contexto, os gigantes do cinema decidiram retirar seus filmes dos cinemas na Rússia. Disney, Universal, Sony Pictures, Warner Bros e Paramount pararam de exibir todos os seus sucessos de bilheteria no país. “Dada a invasão não provocada da Ucrânia e a trágica crise humanitária, estamos suspendendo a exibição teatral de filmes na Rússia, incluindo o próximo alerta vermelho da Pixar”, disse a Disney em comunicado divulgado logo após os primeiros ataques na Ucrânia.

Hollywood abandona a Rússia em reação à guerra na Ucrânia

Cinemas russos exibem filmes baixados de sites piratas! - Foto: CO MAS
Cinemas russos exibem filmes baixados de sites piratas! – Foto: CO MAS

Por sua vez, a Warner Bros cancelou o lançamento de ‘The Batman’, o filme sombrio estrelado por Robert Pattinson como o vigilante mascarado, e ‘Animais Fantásticos 3 – Os Segredos de Dumbledore’, ambientado na Rússia. Além disso, a Sony Pictures também privou os cinemas russos de Morbius, sua mais recente produção dedicada a um personagem do catálogo da Marvel.

Assim, a indústria cinematográfica russa passa a ser muito afetada por esta medida. De acordo com a Associação Russa de Patronos de Locais, 80% dos cinemas na Rússia correm o risco de fechar. O órgão, que representa 700 cinemas localizados em solo russo, acredita que a indústria cinematográfica do país simplesmente entrará em colapso.

“Estamos preocupados com a alta probabilidade de liquidação de toda a indústria cinematográfica do país no contexto da introdução de sanções em larga escala e sem precedentes. Infelizmente, a quantidade e a qualidade dos filmes russos oferecidos ao público não atendem à alta demanda de conteúdo dos cinemas”, explica a Associação Russa de Proprietários de Cinema. Assim, para sobreviver, os expositores se voltam massivamente para produções nacionais, filmes asiáticos, especialmente coreanos, ou filmes de Bollywood.

Cinemas russos pirateiam filmes para sobreviver a sanções

Cinemas russos exibem filmes baixados de sites piratas! - Foto: CF MAS
Cinemas russos exibem filmes baixados de sites piratas! – Foto: CF MAS

Para sobreviver às restrições decretadas pelos grandes nomes do entretenimento americano, os cinemas russos se voltaram para sites piratas. De acordo com informações do site Torrent Freak, os cinemas russos começaram a transmitir grandes filmes de Hollywood, apesar do bloqueio, já em meados de abril de 2022. Assim, exibições ilegais ocorreram em várias cidades importantes.

Entre as produções distribuídas ilegalmente, encontraram ‘The Batman’ ou mesmo ‘Não Olhe para Cima’, filme disponível no catálogo da Netflix. Este longa-metragem é, no entanto, inacessível para usuários da  Internet na Rússia. Para protestar contra o ataque à Ucrânia, a Netflix de fato tomou a decisão de suspender as contas dos assinantes russos.

De acordo com informações colhidas pelo Torrent Freak, os filmes foram carregados ilegalmente pelos operadores em sites de compartilhamento de torrent. As produções exibidas contam com a dublagem em russo e a qualidade da imagem está presente. Filmes como ‘The Batman’ já foram lançados em VOD, DVD ou Blu-Ray em vários países.

A maioria dos cinemas não esconde a exibição de filmes produzidos por Hollywood. Nas redes sociais, muitos canais se gabam de exibir produções populares. A Associação dos Proprietários de Cinema condena veementemente essas ações. A organização acredita que a “distribuição pública ilegal de cópias piratas” contribui para libertar a indústria cinematográfica russa da legalidade.

“Condenamos a prática de exibição ilegal de filmes nos cinemas russos e apelamos a toda a comunidade cinematográfica profissional para impedir tais práticas”, afirma a Associação de Operadores de Cinema da Rússia, assegurando que a corrida à pirataria foi causada pela “falta de um governo eficaz com resposta à atual situação crítica”.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!