Nas últimas semanas, a demanda por aplicativos de mensagens como Telegram e Signal cresceu por causa das alterações na política de privacidade do WhatsApp. Este caso fez Will Cathcart, presidente global da ferramenta, “aparecer” para oferecer alguns comentários e atingir a concorrência. Ele diz, por exemplo, que o Telegram tem um “problema real de privacidade e segurança”.

Apple avisa que iPhone 12 e MagSafe podem interferir em marca-passo

Além disso, o comunicado foi oferecido em uma conversa recente com a Folha de S. Paulo. Cathcart diz que o Telegram não tem criptografia ponta a ponta e que a ferramenta guarda uma cópia das mensagens em servidores. Ou seja, são essas duas características que são vistas pelo executivo como coisas ruins da ferramenta.

Explicação do Telegram

Já tem algum tempo que o Telegram recebe críticas por isso. Além disso, inclusive, Pavel Durov, um dos desenvolvedores da plataforma, foi a público em 2017 para dar detalhes sobre essa percepção de que o Telegram é menos seguro do que ferramentas rivais não é verdade.

No entanto, ao contrário, o Telegram possui criptografia ponta a ponta – ferramenta em que apenas o remetente e o destinatário conseguem ler as mensagens. No entanto, é ativada por padrão somente nos intitulados chats secretos.

Os chats comuns do Telegram é que não possuem esse tipo de segurança. Em vez disso, a ferramenta utiliza uma criptografia de “servidor para cliente”.

Os detalhes para essa distinção está no fato de que os chats comuns serem guardados na nuvem do Telegram para tonar possível que o utilizador tenha acesso às mensagens a partir de aparelhos distintos, por exemplo. Chats secretos não vão para a nuvem e só podem ser acessados pelos aparelhos de origem e destino.

Chefe do WhatsApp diz que Telegram tem “problema real de privacidade”
Chefe do WhatsApp diz que Telegram tem “problema real de privacidade” – Foto: Reprodução/Tecnoblog

Ao falar sobre o tópico em 2017, Pavel Durov disse que essa diferença acontece para tornar possível que o Telegram oferte ferramentas extras, como a chance de o utilizador restaurar mensagens de chats comuns por meio da nuvem da ferramenta, acesso às mensagens por meio de muitos aparelhos e conversas em grupo ou canais com milhares de integrantes.

Signal não teve tantas críticas

Por fim, as opiniões de Will Cathcart para o Telegram ocorreram para responder a questão a respeito do que ele falaria para o utilizador que não tiver certeza sobre qual ferramentas de mensagens utilizar.

Quando perguntado sobre o Signal, o executivo afirmou somente que o WhatsApp possui ferramentas extras, como ligações por vídeo, além de ser muito confiável.

Além disso, a última opinião diz respeito ao fato do Signal ter ficado offline neste mês. No entanto, sobre isso, é preciso considerar que o WhatsApp também já teve seus momentos fora do ar.

O que você achou da opinião do chefe do WhatsApp sobre os aplicativos? Deixe seu comentário. Além disso, não se esqueça de entrar no nosso grupo do Telegram. É só clicar em “Canal do Telegram” que está localizado no canto superior direito da página!